8 Comments
  • Filipe Sena
    setembro 14, 2013

    No final acaba sendo uma mistura de tudo isso. Normalmente paramos pq o texto é chato, mas ele pode ser chato por inumeros motivos, mas ultimamente o que tem pesado mais pra mim é o número 3. Erotismo ou violência que não servem pra história acabam atrapalhando mais do que ajudando.

  • Rodrigo Cerveira Cittadino
    setembro 16, 2013

    Bom artigo, Rainier. Particularmente, eu costumo encrencar com os diálogos: quando têm frases de efeito em excesso ou muita exposição, ficam menos verossímeis. (Eu volta e meio cometo vários deslizes ao escrever diálogos, mas acho que é assim mesmo. Com o tempo nos aperfeiçoamos.)
    E, verdade, descrição é um aspecto controverso. Não sei se o problema reside em descrição de mais ou em descrição de menos: acho que está em “como” descrever. Realçar os detalhes mais interessantes do objeto alvo da descrição, usar metáforas e símiles diferentes, descrever de acordo com o ponto de vista de um personagem específico – tudo isso torna um longo parágrafo descritivo mais tolerável (e, às vezes, memorável). De minha parte, ainda erro a mão bastante nesse quesito.
    Enfim, parabéns aí!
    P.S.: Curti a imagem. :)

  • Rainier Morilla
    setembro 20, 2013

    Hsauhasuhsuhshsua, concordo. Geralmente é só porque são chatos mesmo! Acredito que esses pontos é que fazer eles ser chatos.

  • Rainier Morilla
    setembro 20, 2013

    Diálogos ruins destroem um texto, o que faço com grande frequencia. Paragrafos gigantes, puxa vida, como são ruins. (André Vianco que me perdoe)

  • Hellen Cristina
    novembro 25, 2013

    Não sei qual é pior, ler algo que se encaixe em algum desses tópicos é um horror, eu simplesmente não termino a leitura mesmo.
    :p

  • Rainier Morilla
    novembro 26, 2013

    Isso é medinho! XD

  • Franz Lima
    abril 12, 2014

    Bom artigo, porém NÃO critiquem novamente O Senhor dos Anéis….
    Há pontos interessantes no texto e outros que não se aplicam, como o Moralismo, pois o livro citado (A Cabana) contradiz a teoria.

  • Rainier Morilla
    abril 15, 2014

    Ei! Olha só! eu falei que é polêmico!

    Vem me dizer que você não pensou em largar o Senhor Dos Anéis pela descrição extrema? Ou que muitos já não largaram o livro por conta disso?

    Não desmereço o trabalho de Tolkien! O Hobbit e o Senhos dos Anéis são os livros que eu mais amei ter lido, mas que mais foram difíceis de ler! E são livros que eu recomendo, pois a imagem que fica depois é incrível!

    Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado