Valesca Popozuda é uma Grande Pensadora Contemporanea?

Por segunda-feira, abril 14, 2014 6 No tags Permalink

Eu recomendo muito a todos os leitores do site, que leiam na integra a reportagem na Socialista Morena na Carta Capital o que segue aqui são reflexões sobre o tema.

Resumindo o conteúdo do texto original: O professor de filosofia Antonio Kubitschek do Centro de Ensino Médio 3, em Taguatinga, cidade-satélite de Brasília, ficou conhecido por conta da prova que ele aplicou à seus alunos, onde ele publicou a seguinte pergunta.

valesca

valesca

É obvio que todos nas redes sociais saíram atrás do professor com paus e pedras virtuais. Acredito que é muito fácil julgar sem saber o contexto, sem saber as motivações e o que levou o professor a colocar esta questão na prova. É facil atacar pedras, mas complicado entender e até mesmo ir atrás da verdade.

A Valesca Popozuda, sendo mais consciente do que todos os pseudo-intelectuais da internet deu uma declaração simples: “E se o professor colocou a questão dentro do contexto da matéria? E se o professor quis ser irônico com o sucesso das músicas de hoje em dia?”

Acredito que o professor quis refletir sobre algo que eu tenho como uma grande verdade. Existe musica ruim? Tá, quem ouve o podcast sabe que eu adoro colocar musicas que provoquem todos os ouvintes em especial o Juliano. Mas será que essas musicas devem ser consideradas como musicas ruins? Existe uma manifestação cultural como musica, leitura e cinema que não reflita a nossa cultura e nossa condição humana?  A arte não imita a vida?

Acho fantástico o que o professor diz sobre o FUNK: É uma expressão da sociedade, de uma classe social. Tem gente que gosta e tem gente que não gosta.

Vamos pensar na Roda de Escritores. O que difere uma boa poesia de uma poesia ruim? A existência de sexualidade abusiva, de ostentação e violência gratuita faria o texto ser melhor ou pior? Será que entre nós não existe um preconceito natural quanto a leitura?

Quantos de nós não julgamos ou fomos julgados por ler livros como Harry Potter, Crepúsculo ou 50 tons de cinza? Quantos já não ouviram que nossos pais eram julgados por ouvir Beatles, Elvis Presley e Bee Gees que depois foram considerados os melhores de sua época?

O que faz um livro ser ruim, culturalmente inferior ou sem conteúdo? O que é certo ou errado? O que a mídia nos informa a respeito do que é bom ou ruim está certo? O que você acha sobre isso? Há como classificarmos o que é ou não é cultura? O que é ou não é literatura? Ou simplesmente não há barreiras para literatura? Podemos fazer o que quiser sem nos preocupar com nada?

6 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado